ÁGUA, BEM FINITO E IMPRESCINDÍVEL

COM A CHEGADA DO PERÍODO DE SECA, NOSSO POÇO ARTESIANO JÁ DÁ SINAIS DE EXAUSTÃO.

NO FINAL DE SEMANA PASSADA, NA NOSSAS CAIXAS D’ÁGUA RESTARAM, PERIGOSAMENTE, APENAS 20.000 LITROS DE ÁGUA.

CONSEGUIMOS SUBSTITUIR A FALTA DE ENERGIA, MAS NÃO HÁ SUBSTITUTIVO DE ÁGUA, E É POR ESSA RAZÃO QUE NOS CABE RACIONAR, USAR COM PARCIMÔNIA, ECONOMIZAR, ADMINISTRAR ESSE PRECIOSO LÍQUIDO, PARA QUE POSSAMOS ATRAVESSAR A CRISE HÍDRICA SEM MAIORES PROBLEMAS.

PARA ISSO É NECESSÁRIO SUSPENDER O FORNECIMENTO DE ÁGUA NA TERÇA E SEXTA-FEIRA, DANDO ASSIM TEMPO SUFICIENTE PARA ACUMULAR ÁGUA NO POÇO.

ESTA MEDIDA ENTRARÁ EM VIGOR A PARTIR DA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA, DIA 10 DE JULHO DE 2018.

 

 

 

A DIRETORIA.

INFORMATIVO

Vizinhos.

Domingo, dia 20/5, teve reunião de condomínio, apenas 15 pessoas compareceram, gostaria de transmitir aos demais o ocorrido. Eu, como Diretora Presidente, abordei o primeiro item da pauta, Prestação de Contas. Revolvi inovar. Ao invés de relatar os feitos da Diretoria, indaguei aos condôminos presentes sobre o que, na ótica deles, a Diretoria fez ou deixou de fazer. Uma condômina disse não ter visto qualquer atividade e que o condomínio estava como esteve na gestão passada, outro elogiou a compra do terreno, os demais não souberam dizer nada à respeito.

É para isso que estou aqui escrevendo, para contar o que foi feito e pode ser verificado “in loco”.

Inicio após o falecimento do nosso vizinho Nilson. Penso que a história de nosso condomínio tem duas fases; antes e após a morte do nosso amigo.

Não obstante a baixa arrecadação dos meses de janeiro a março, com uma pequena melhora em abril, a Diretoria realizou:

  1. Conserto do quadro de força da bomba d’água.Nada é tão ruim que não possa piorar. Para minimizar o transtorno pela falta d’água, compramos dois caminhões de água, enquanto cuidavam do conserto do problema. Chamamos o responsável pela instalação dos canos e da bomba nova, que confirmou que “a bomba havia queimado”. Resolvi então buscar ajuda de nosso vizinho, Dr Francisco, engenheiro hidráulico, que me aconselhou chamar a Hidropoços, empresa que havia perfurado nosso poço artesiano. Profissionais gabaritados consertaram o quadro de força, afirmando, como se provou, que a bomba estava intacta. Para isso gastamos R$3.000,00, pagos de 2 vezes. Livramos de uma prática odiosa de ter que ir conferir o funcionamento da bomba duas vezes ao dia. Agora ela trabalha totalmente no automático. Com a melhoria introduzida pelo nosso Diretor Administrativo, Adriano,  permitiu maior acúmulo de água nas caixas.
  2. Acidentado nosso zelador, tivemos que pagar para que o corte da grama das nossas ruas fosse feito.
  3. Compramos um arquivo novo uma vez que o existente estava abarrotado de documentos arquivados;
  4. Adquirimos duas persianas para resguardar o computador dos raios solares e trazer mais conforto térmico aos funcionários, que agora sentam em cadeiras (restauradas) mais confortáveis;
  5. Reformamos as duas portas da guarita;
  6. Providenciamos a escritura do terreno adquirido;
  7. Para proteger qualquer ação de vândalos, cercamos as caixas d’água e instalamos um portão com cadeado;
  8. Trocamos a planta da entrada da guarita por uma azaleia,
  9. Limpamos o nosso terreno e confeccionamos uma placa;
  10. Fizemos uma pesquisa para troca dos nomes das ruas;
  11. Colhemos assinaturas para um abaixo assinado que será levado ao Prefeito Municipal de  Brumadinho cobrando-lhe a promessa da entrega da água;
  12. Assinamos contrato com um novo contador;
  13. Expedimos inúmeros e-mails para os condôminos alertando-os sobre cumprimento de normas estatutárias;
  14. Pelo Diretor do Meio Ambiente foi solucionado a contento a divergência entre dois vizinhos que se arrastava por longo tempo sem solução,
  15. Readquirimos a área invadida da rotatória, bem como da APP;
  16. Mesmo com a inadimplência, nosso Diretor Financeiro, Alexsandro, honrou todos os compromissos financeiros no tempo devido, chegando ao que considero milagre, fazer a reserva de R$8.000,00 para o pagamento do 13º e férias dos funcionários, como prometido em reunião passada.

Ah, NA REUNIÃO TEVE CAFÉ QUENTE COM BROA DE FUBÁ, MESA FORRADA COM ARRANJO DE FLORES.

NÃO  PERCAM A PRÓXIMA ASSEMBLÉIA.

SUGESTÕES PARA ALTERAÇÕES DOS NOMES DAS RUAS

Rua 01:

 Sugestão 01: Alameda do Carcará

 Sugestão 02: Alameda dos Vinháticos

 

Rua 02:

 Sugestão 01: Alameda da Siriema

 Sugestão 02: Alameda dos Jacarandás Cansilheiros

 

Rua 03:

 Sugestão 01: Alameda do Tucano

 Sugestão 02: Alameda dos Cedros

 

Rua 04:

 Sugestão 01: Alameda do Guigó de Coimbra Filho

 Sugestão 02: Alameda das Sibipirunas

 

OBS: A sugestão 01 é sempre relacionada aos animais que por vezes costumam serem avistados dentro do condomínio e a sugestão 02 das ocorrência de árvores que existem nestas localidades.

Comunicado

Caros vizinhos, prezados condôminos.

Conforme aprovação da Diretoria, cumpre-me, como Diretor do Meio Ambiente,  informar-lhes sobre a promessa de chegada da água vinda de “Mãe D’Água, passando por outras comunidades até ao nosso condomínio. Conforme me explicou a Sra. Marluce, Diretora Presidente, o vereador Geada, quando da entrega da placa alusiva ao convênio com a PMMG, alertou sobre o problema criado por um grupo de pessoas que se opunha ao projeto de implantação da água. Entretanto, temos na nossa posse documento firmado na Prefeitura Municipal, através do qual a municipalidade se compromete com instalação de tubos que seriam ligados aos que já instalamos em nosso condomínio, trazendo água para o Mãe Terra.

Estamos e continuaremos em contato com o vereador Geada, autor do projeto, e não descartamos uma visita ao Senhor Prefeito Municipal.

Aproveito o ensejo para comunicar-lhes que a pendência existente entre condôminos e a nossa APP, com relação a divisa dos terrenos, foi solucionada à contento.

 

Diretor Meio Ambiente

ATA

AOS TRÊS DIAS DO MÊS DE MARÇO DE DOIS MIL E DEZOITO (03.03.2018, REUNIRAM OS DIRETORES EM EXERCÍCIO DO CONDOMÍNIO MÃE TERRA; MARLUCE R L ALMEIDA, ALEXSANDER MARTINS, CLAUDIO ROCHA, ROGÉRIO NASCIMENTO, QUE DECIDIRAM: 1- MARCAR REUNIÃO COM O ADVOGADO DIOGO BAETA NO INÍCIO DO MÊS DE ABRIL PARA ASSINARMOS OUTRO CONTRATO COM O FIM DE REAVER OS CRÉDITOS DO CONDOMÍNIO COM OS ASSOCIADOS INADIPLENTES QUE NÃO FIZERAM ACORDO COM O SENHOR HELTON FIUZA; 2 – FAZER LEVANTAMENTO DOS PAGAMENTOS INDEVIDOS DA TAXA DE CINQUENTA REAIS (R$50,00) PARA O SEGUNDO LOTE, QUANDO DEVERIAM PAGAR A METADE, ISTO É, VINTE E CINCO REAIS( R$25,00) PARA O SEGUNDO TERRENO;

3 – MARCAR ASSEMBLÉIA PARA A PRIMEIRA QUINZENA DE ABRIL QUANDO SERÁ PROPOSTO ADEQUAÇÃO E ALTERAÇÃO DO ESTATUTO ; 4 – PUBLICAR NO SITE A SITUAÇÃO FINANCEIRA DO CONDOMÍNIO, TENDO EM VISTA O NÚMERO DE NÃO PAGANTES NOS MESES DE JANEIRO E FEVEREIRO; 5 – LEVANDO EM CONTA QUE PARA FAZER A LEITURA DOS HIDRÔMETROS O ENCARREGADO TEM, EM ALGMAS CASAS, DE ADENTRAR NO IMÓVEL SEM O CONSENTIMENTO DO MORADOR QUE SE ENCONTRA AUSENTE, DEICIDIU-SE QUE NO DIA 19 DO MÊS DE ABRIL O MORADOR SE RESPONSABILIZARÁ PELA INFORMAÇÃO QUE DEVERÁ SER ENVIADA A SRA DENISE, SECRETÁRIA, DA LEITURA DO RELÓGIO, POR QUALQUER MEIO IDÔNEO (FOTO, WHATS APP, E MAIL); 6 –ADEQUAR A NOMECLATURA DO CARGO EXERCIDO PELO SENHOR VALDECI, SEM PREJUÍZO DO SALÁRIO; 7 – O DIRETOR DO MEIO AMBIENTE , SENHOR ROGÉRIO NASCIMENTO, RELATOU O ACORDO CELEBRADO COM O SENHOR GERLEI, ALAN E ANTONIETA, SOBRE A MUDANÇA DAS DIVISAS DOS SEUS TERRENOS, NO PRAZO DE NOVENTA (90) DIAS, E QUE DIANTE DO ESTADO EM QUE SE ENCONTRA AS PLACAS INDICATIVAS DOS NOMES DAS RUAS, IREMOS RETOMAR A PESQUISA PARA A ESCOLHA DOS NOVOS NOMES DAS VIAS; 8 – DECIDIU AINDA QUE A SRA DENISE FARÁ UM CONTATO TELEFONICO COM OS MORADORES QUE NÃO PAGARAM A TAXA DE CONDOMÍNIO, EM DEZ (10) DIAS APÓS O VENCIMENTO. CONSIDERANDO A VAGA EXISTENTE DE VICE DIRETOR PRESIDENTE, E TENDO EM VISTAQUE NOSSO ESTATUTO NÃO DISPÕE DE NORMA ESPECÍFICA, FOI NOMEADO O SENHOR ADRIANO MARTINS LEMOS PARA EXERCER ESSE CARGO, TENDO EM VISTA ESTAR ELE EM CONDIÇÕES LEGAIS DE FAZÊ-LO.

 

PALHANO, 3 DE MARÇO DE 2018.

Comunicado

INFORME

No quesito transparência, informamos ao caros condôminos que em razão da licença de saúde do nosso zelador, e em caráter emergencial, fomos obrigados a contratar o nosso prestimoso porteiro Carlos, para, mediante compensação financeira, ligar e desligar a bomba d’água.

Como era um caso de notório desvio de função, que acarreta problemas trabalhistas, procuramos outra pessoa com habilidade para o trabalho, simples mas de responsabilidade. Mão de obra escassa não conseguimos. Porém, nosso vizinho Adriano, se prontificou em nos auxiliarmos assumindo a tarefa.

Esclarecemos que a forma de operar a bomba não nos satisfazia por ser primário.

Sob a supervisão do Adriano, contratamos um eletricista que resolveu parte do problema elétrico. Ficou faltando a troca do cabo de energia que se encontra com emendas antigas e causando perdas. Contratamos também um bombeiro que implantou um sistema inteligente bolado pelo Adriano, que ao que nos parece, agora funciona sem a intervenção humana.

Esperamos que assim continue.

A Diretoria.

 

URGENTE

Prezados Condôminos:

Em razão de mais uma incorreção do nosso serviço de contabilidade, que deixou de cumprir a decisão da assembleia, não atualizando o valor da taxa de condomínio, foi necessário emitir mais uma boleta com a diferença apurada.

Comunico que a planilha elaborada que apurou o valor da atual taxa de condomínio se encontra no nosso site/área restrita.

 

Cordialmente,

 

Diretor Financeiro – Alexsandro Martins.

COMUNICADO

Prezados Condôminos.

Dando continuidade aos nossos trabalhos, resolvemos cumprir a decisão tomada em assembleia para a construção do muro que circunda a igrejinha que faz divisa com o nosso condomínio.

Já colhemos orçamento de preço dos materiais necessários; estabelecemos contato com o Senhor Daniel que fez o muro na divisa com as caixas d’água, quem apresentou o mesmo preço, o mesmo cobrado naquela época, isto é R$170,00 o metro quadrado, o menor valor conseguido, e quem apresentou um trabalho já conhecido.

Estamos esperando o término do período das chuvas para início da obra, enquanto isso, capitalizamos.

Com a constatação de que o cabo que leva energia à bomba d’água está danificado em vários pontos, apresentando perda de energia ao longo de seu percurso, optamos pela troca da fiação, na certeza de que os inúmeros incidentes onerosos estarão com os dias contados.

Paralelamente estamos preservando nosso patrimônio cuidando da manutenção do que já existe.

É vida que segue.

A Diretoria.

HOMENAGEM

Quando meu vizinho me chamou para compor uma chapa a fim de concorremos á eleição para uma nova administração do nosso condomínio Mãe Terra, relutei.
Com o poder de persuasão que lhe marcava acabou me convencendo com a promessa de estaria sempre a meu lado, fazendo de tudo para que eu tivesse pouco trabalho. Tentei ainda argumentar que não seria tanto pelo trabalho, mas pela responsabilidade que isso me acarretaria. Enfim fizemos uma parceria entre os quatro diretores.
O amor que ele demonstrava por esse pedaço de terra era contagiante, “isso aqui é minha vida”, não cansava de repetir.
Combinamos então que todas as decisões tomadas teriam que ter o aval de nós quatro, e assim foi por pouco mais de sete meses. No fim ele pisou na bola.
Resolveu, sem consultar ninguém que iria embora, e foi, manso, calado.
A sua ausência nos deixou estupefatos. Deixou para trás os inúmeros projetos para o Mãe Terra. Deixou o Mãe Terra apaziguado, com uma energia soprando os ventos da paz.
Um homenzarrão com um coração maior que os seus quase dois metros de altura, mas fraco.
A dor da perda desse amigo é tão grande quanto nossa responsabilidade em realizar os sonhos que ele sonhava para nosso condomínio. E para isso conto com a ajuda dos seus inúmeros amigos.
Ele dizia que o dia em que a água chegasse em nosso condomínio, “nem que fosse um mijinho pingando dia e noite ele estaria feliz”. Pois é Nilson, a água está chegando, e você, aonde quer que esteja pode ficar feliz, “ce entendeu?
Marluce.